quarta-feira, fevereiro 14, 2007

História da Polónia às três pancadas - II

Uma das tribos eslavas que se fixaram em redor da actual Poznań, tinha por nome Polanie. Isto queria dizer "povo dos campos abertos". E foi a partir desta tribo que se iniciou o desenvolvimento da Polónia. Mais exactamente em 965 D.C., o principe da altura (chamava-se Mieszko I da dinastia dos Piast) teve uma ideia bestial. Não só casou com uma princesa checa, o que já de si seria positivo, como o fez após o baptismo católico. Queria ver se punha sob a alçada da religião católica. E antes de quinar, já tinha conseguido uma união entre as tribos da vizinhança mais a sul (em redor de Cracóvia).
O seu filho, o Bolesław também não fez triste figura. Aliás, o seu cognome (O bravo) só pode significar que o tipo fez coisas bonitas pela Polónia (e provavelmente feias para os desgraçados que tiveram o azar de o encontrar como adversário). Danado para andar à porrada, foi com a sua rapaziada até por exemplo Praga ou Kiev, tendo em vista uma ambiciosa expansão territorial. Deve-se a este senhor o facto de ter sido possível convencer a malta no Vaticano para ter uma coroa real, o que convenhamos é sempre algo que dava sempre jeito a qualquer rei com ambições de ser respeitado na europa desta altura, nomeadamente relativamente aos alemães. E lá se conseguiu mais território com estas mudanças.
Em 1025, com um reino estabelecido, com coroa e tudo e tudo, surgiu um reino chamado Polónia.

2 comentários:

Anónimo disse...

The kingdom of Poland was established in 1025, not in 1022.

geraldo geraldes disse...

OK