domingo, abril 06, 2008

Da Polónia a Portugal num Fiat 126P

Porque os tempos mudam, as modas já não são as mesmas que à 4/5 anos atrás, e também porque não se proporcionou a situação, não foi possível no meu regresso a Portugal trazer uma polaca. No entanto, entendi que devia trazer uma boa recordação da Polónia, pelo que quase ou tão valioso que uma mulher, é um carro. E como carro polaco já tinha, após algumas semanas de preparação, eu e o meu Fiat 126P EL fizemo-nos à estrada de armas e bagagens.
Num acto de serviço público, e porque entendo que pode ser útil aos muitos interessados em fazer uma viagem de 3900km ou mais num Fiat Maluch, decidi criar um blog à parte somente dedicado ao meu pequenito amarelo. Desta vez, o mesmo será (mal?) escrito em inglês para que todas as pessoas que me ajudaram nesta viagem possam perceber. Como é visível pela foto, de facto cheguei a Portugal no carro, e isso prova duas coisas: o carro é fiável e eu consigo conduzir sem ter pata de urso. Brevemente, num blog perto de si (
http://fiat126pf.blogspot.com/).

7 comentários:

Antonio Rebordao disse...

Excelente opção!

PM Misha disse...

incrível! levaste o maluch inteiro pra portugal?!?

Geraldo Geraldes disse...

Nao pah. Além de cansativo, era ridiculo ser eu a levar o carro para Portugal. O carro é que me levou a mim e às minhas bagagens (que não eram assim tão poucas pois até o lugar do passageiro do lado tinha tralha).

Zé da Bola disse...

Fazer mais de 1000 kms que o que seria normal acho que és um heroi. Sobretudo por levares o "Polish Cadilac" para a terra. Realmente é preciso um pouco de paciência. O meu Nissan já veio de Portugal mas fez uma paragem de 4 anos em França e só depois veio para cá. Achei um feito histórico na minha vida... mas o que fizeste foi um passo na história da humanidade. A tua terrinha deveria condecorar-te. Um grande abraço

Anónimo disse...

Boas!!
Eu daki pr um tempo também vou fazer uma viagem de Krakow para Portugal de carro...se puderes e pela tua experiencia que percurso me aconselhas?

Nuno

Geraldo Geraldes disse...

Epá, melhor do que eu para responder a itinerários é por exemplo o site da michelin (pois tem as várias opções em termos de rapidez, economia, turismo). Agora tu é que sabes o tempo que tens para fazer a viagem, se queres passar por algum sitio em especial ou se é chegar a Portugal o mais rápido possivel. Eu fui pela opção de evitar a Alemanha e evitar também o mais possivel (dentro do razoável) as portagens. Mas, lembra-te que não é só em Portugal que as portagens são uma chulice - Itália e França não ficam atrás.

Ricardo disse...

Parabéns caro Geraldo!!! Fiz cinco vezes o percurso Vila Nova de Famalicão-Łódź-Vila Nova de Famalicão num Opel Corsa 1.0 de 1998 e sinceramente hoje, passado quatro anos e tendo um carro bem melhor não me metia noutra...

Vou abrir um tópico sobre essa aventura no fórum da AutoHoje.

Cumprimentos