segunda-feira, fevereiro 04, 2008

Serviço ao cliente na Polónia (existe ou nem por isso?)

No momento da escrita destas linhas encontrava-me num bar sentado numa mesa em lugar central, e com empregados de mesa a passar de um lado para o outro. Já lá iam passados uns morosos (ou merdosos) 20 minutos, e ninguém se dignou a dirigir-se a este reles personagem para o servir.
Pelo tempo que já ando pela Polónia, sei que este tipo de situações são corriqueiras, pois aqui não existe tanta pressão para consumir algo a partir do momento em que se põe o pé num bar. Agora porra, uma pessoa está sozinha num bar há mais de 20 minutos. Como se não bastasse ter de recorrer a uma caneta e papel para ocupar o tempo num bar, nem me dão a possibilidade de pedir uma bebida. Restou-me esperar mais 5 minutos e pus-me na alheta sem ter tocado em nada. Que bela trampa de atendimento. No whisky, no tip, no nothing for them.

3 comentários:

Rui Vilela disse...

Acho que não. Ou não tem o nível da DECO.

Se ligares para um tlm polaco com voice mail, tens de pagar mesmo que não deixes mensagem.
Porque é que em Portugal não acontece isso. Porque a DECO à uns anos reclamou.

Os serviços pós-venda/troca nas lojas polaco deixam muito a desejar.

brisa disse...

Olá, tudo bem?
Sou brasileira, e estou deixando esse comentário para dizer que visito sempre o seu blog, e acho muito bom os seus textos. Estou indo para Praga em abril, e pretendo visitar os Tatras. O seu texto sobre lá tb foi muito legal.
Um beijo!!

Portulaco disse...

Boas. Moro em Łódź e aqui é a mesma coisa... quando é assim mais vale gritar a plenos pulmões - Prosze pana/i!!! Há algum tempo comprei um carro usado num "Komis" em Gniezno e garantia foi assim: "o carro não foi roubado e está pago..." :)))

Quando se pede garantia dão entre um mes a dois na maior parte dos casos. De facto a protecção ao consumidor neste país está a dar os primeiros passos.