sexta-feira, outubro 23, 2009

Polishspotting (em Lisboa) III

Na altura ainda estava acabadinho de regressar da Polska, e este encontro deu-se no metro. Estava eu na plataforma à espera do dito, e vejo uma matulona (mas jeitosa) com os seus trinta e muito poucos com um ar de quem não cresceu nem nas Beiras nem o Alentejo. Aquele tipo de perfil já eu conhecia, e com mais certezas fiquei quando olhei para o petiz que ela trazia agarrado à sua mão. Com uns 3 anitos, cara redonda, olhos claros, cabelo louro bem curtinho. Very typical!
Mas para tirar as dúvidas, havia que pelo menos ouvi-los falar. Chega o metro e lá fico sentado mesmo em frente a eles. E de facto, lá comecei a ouvir os comentários do pequenote sobre a beleza das estações de metro. Sorrio com um dos comentários que ele faz para a sua mãe, aproveitando para pedir desculpa por não poder deixar de ouvir a conversa. Lá falamos um pouco as coisas de circunstância que nestas alturas dá para falar, e no final do destino, um "do widzenia", que é como quem diz, até mais ver.
Realmente, nunca me lembro de meter conversa com ninguém desconhecido no metro, e da primeira vez que o fiz, foi a falar polaco :).

10 comentários:

João Tavares disse...

Uma vez que agora moro no Bairro Alto, é frequente ver Turistas Polacos a passear por estas bandas... e claro o que me chama mais a atenção são as "elas"lol

E durante o verão, Agosto foi o "Boom" deles cá por Portugal pelo menos que eu tenho dado conta...

Um dia á noite ia eu todo contente de mão dada com a minha namorada (tambem Polaca) e quando ela me diz "you see? those are also Polish! but they are only saying garbage! what barbie girls"

É claro que já as tinha notado á legua, pois eram umas 4 gajas mesmo mesmo BOAS! tipo stripers loiras de perna longa e desnuda! por isso os meus 2 olhos estavam a controlar todos os movimentos :P

Mas com a patroa comigo... não tive hipotese de praticar o meu fraquinho polaco com elas, do estilo "czesc jestes bardzo sexowna! ;) " LOL

Geraldo Geraldes disse...

é bom que a tua namorada não saiba que fizeste este tipo de comments aki no meu blog :). E olha que com o google translate, rapidamente percebe o que escreveste:).
Ps: Também, big deal, controlar quatro polacas esguias no Bairro Alto, até a 500m de distância. Podias ao menos estar a repartir a visão entre a tua namorada e o grupinho eheh

João Tavares disse...

lol a minha sorte é que ela não frequenta estes blogs :P (até um dia)lol

Esta foi umas das vezes... é claro que já avistei mais ccenarios como este, até mesmo no metro ao ir para o trabalho, encontrar casais e pelo aspecto tipiacamente polaco deles, foi só presiso esperar pela confirmação de dizerem alguma coisa, ai foram identificados emidiatamente :P

Mas a situação mais engraçada que vi foi na praia do Estoril Tamariz, quando vi uma velhota tipicamente portuguesa com aquela bata tipo "dona de casa" e com um miudo dos seus 6 anos pela mão a gritar "anda cá não corras! ainda cais e aleijas-te!" então o miudo era loirinho e com uma t-shirt que me chamou à atenção, vermelha e a dizer POLSKA... Quando chegaram á toalha estava lá a mãe polaca a espera, e falou com o puto em polaco, pelos vistos o miudo é bilingue :P

Ps: tambem reparti a visão com a minha namorada lol hehe :D

Ricardo Taipa disse...

Ó Geraldo e falaste em polaco?

@ João

Curiosa a vida de quem namora/casa com uma polaca... só aprendemos o polaco quando já estamos na "gaiola" e como ajuda falar o polaco com elas! Acham giro um português a tentar falar o idioma delas, dizem que lhes parece um "dziecko" (bebé):))) e acham muito querido.

Geraldo Geraldes disse...

Shor Portulaco, que pergunta duplamente descabida. Como escrevi na última frase do post, falei em polaco. Além disso, eu preferia enterrar-me vivo, a estar mais do que um ano num país, e não ser capaz de aprender a língua de modo a ter uma conversa básica com as pessoas desse país.
Ps: Claro, que o meu nível de conversação está pouco acima de um miudo de 4/5 anos :)

Ricardo Taipa disse...

Oh jejku... :D li à pressa...

Imagino a cara dela de espanto. Normalmente os polacos ficam surpreendidos quando um tuga qualquer (daqueles de sobrancelha preta e grossa - como nós) entende e fala o idioma deles.

João Tavares disse...

Geraldo - é verdade, a minha namorada não precisa de "google it" para traduzir, ela já sabe o suficiente de Português para perceber e falar também (com aquele sotaque característico) :P lol

O que mais me impressiona foi a rapidez de aprendizagem, e o método, digamos aqueles livros básicos para turistas :O Quem me dera eu aprender assim tão depressa Polaco hihi

Ricardo - Sim sim, quando eu penso que estou a dizer tudo correctamente, surge sempre um cz ch ou sz que não está no ponto, e isso serve de motivo para achar engraçado lol épa... deve ser não duvido mas... aos meus ouvidos parece-me tudo o mesmo lol

Geraldo Geraldes disse...

João, o Polaco é uma daquelas línguas que pronúncia decente só consegues ao fim de uns 5 anos (e a estudar mesmo). Aliás, à semelhança do português (o mesmo já não acontece por exemplo com castelhanho, que é bastante mais fácil).
Por isso, vai-te aguentando. E se queres aprender polaco, só mesmo vivendo na Polónia (em PT é muito dificil arranjar a força de vontade e aulas). Mas pelo que li no forum, é a tua namorada que se mudará para Portugal. Ah, e se for a polaca tipo anúncio da GALP, o meu conselho é que não a deixes sair à rua sozinha, pois Portugal está cheia de cães esfaimados (a começar pelos amigos) por loirinhas de pernas longas :p

João Tavares disse...

Hahah é verdade! ela não é loira, ela é uma mistura de loira com ruiva, de olhos azuis :P não chega a ser do tipo menina da Galp mas é suficiente para quando ia ter comigo ao meu trabalho receber uns piropos e assubios na rua lol, não que me deixe especialmente feliz com isso mas tambem não posso fazer nada :P

Quanto ao meu polaco, não me vou preocupando muito por enquanto, mas como tu disseste acho que se deve saber pelo menos o minimo quando se vive num País, ou se visita frequentemente como eu faço... :)

surek disse...

Estou num curso de polonês para em breve, já na Polônia, poder galantear as kobiety