quarta-feira, junho 17, 2009

Mulheres....e o burro é o polaco???

Um polaco, vá onde vá, é inevitável que ouça da parte de um interlocutor estrangeiro algo do género: "....realmente, as polacas são umas jeitosas!". Fácil para ele, só tem de confirmar que é verdade.
Já um português, volta na volta, e mesmo de pessoas de países que nem deviam falar muito (p.ex. Espanha) ouve coisas como: "...ah, as portuguesas são muito baixinhas.." ou "...pois, em Portugal só há morenas de cabelos encaracolados e pandeiro grande.." e ainda "...quando tive em Portugal, reparei que as mulheres não se vestem nada de especial...". E por mais que uma pessoa tente explicar que não é bem assim, o estigma já não sai da mente de quem disse isto!!

10 comentários:

Anónimo disse...

Temos de convir que a qualidade da mulher tuga deixa mesmo muito a desejar. Se é verdade que nem todas as polacas são umas boazonas, também é verdade que a maioria das tugas são como a descrição que fazes (em especial na maneira terrivelmente inimaginativa como se vestem; veja-se por ex. a incapacidade inata que têm em largar a calça de ganga mesmo durante o nosso 'fresco' verão, nem que faça 40ºC).

Mas é realmente um facto que os gajos polacos foram MUITO mais abençoados na distribuição divina da fêmea que os pobres tugas. Tanto no físico como no intelecto.

Anónimo disse...

só faltou citar o típico buço da nossas mulheres

Anónimo disse...

Típico buço??? Só se for há 50 anos atrás.
Já agora os homens também são melhores que os nossos? É que essas características baixa estatura e pele morena dá para ambos os sexos.

assina: portuguesa de estatura média e sem cabelo escuro nem caracóis.

Anónimo disse...

Ó Anónima das 11:23pm; para tua informação o homem tuga tem MUITA saída na Polónia! Já o homem polaco com as mulheres polacas é uma desgraça. São muito fracos!

Geraldo Geraldes disse...

Bem verdade que o gajo tuga é conhecido por ser o mais caga-tacos da Europa e ter uma tez bronzeada. Já a parte dos caracois, espero que não haja muito estrangeiro a pensar isso, senão seriamos uma pátria de Marcos Paulos :).
O mais engraçado, e pelo menos na Polónia, é quando algumas pessoas acham que latinos da Europa ou latinos da América Latina é tudo a mesma coisa. Ou seja, malta de sangue quente, barulhentos, descontraidos/molengas e obcecados com mulheres 28h por dia (logo com um conceito mais lato de fidelidade). Acho que é isto que a generalidade das pessoas associa aos portugueses.
Aliás, e já referi aqui no blog, português é categorizado como povo exótico.

Anónimo disse...

Bem, ouvi de um amigo estrangeiro que já vive à uns anos em portugal o seguinte : "A mulher portuguesa é a mais dificil da Europa".
Sou forçado a concordar, a maioria não se diverte em grupos,têm preconceitos, acham sempre que têm todos os homens atrás delas,não sabem o que é socializar e conversa de ocasião...
Conheci gente de bastantes nacionalidades e posso garantir, sou forçado a concordar com o meu amigo (e com isto não quero dizer que não haja excepções).

Num país onde temos de ter consumo minímo para os homens e nenhum para as mulheres...está tudo dito!

zekarlos disse...

Sem dúvida que as mulheres polacas são extraordinárias, pelo menos para nós portugueses... mas há que referir que as portuguesas não estão nada mal... aliás, cada vez estão melhores.
Dentro dos povos latinos, somos sem dúvida, dos mais sexualmente reprimidos, com mais tabus e preconceitos, o que não ajuda a mulher portuguesa a sair da casca e mostrar tudo o que vale... mas acho que isso está a mudar...
Mas uma polaca é uma polaca :P

Debora Soares disse...

Os portugueses são conheçidos como uns burros são uns feios tomara chegarem aos pés dos italianos ou dos polacos

Debora Soares disse...

E um polaco e um polaco... Homem português e burro ,

Anónimo disse...

Débora, deves estar a falar daquilo que os outros pensam de ti!
Eu sou portuguesa, sou alta e loira, conheci algumas polacas na Alemanha quando fiz erasmus e digo-vos que não pareciam nada diferentes das portuguesas em geral ou seja, baixas,magras e morenas. Catalogar um país como tendo pessoas com características A ou B é um tiro no pé porque não existe concordância total. Para o anónimo das 9:40: Têm muita saída,só se for para as obras! Em geral as polacas gostam de polacos :D

Sandra C.